Novo cardeal diz que gesto do papa exprime amor pela Igreja no Brasil


Autor: Sedac
Data publicação: 21/11/2016

Novo cardeal diz que gesto do papa exprime amor pela Igreja no Brasil

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: getimagesize(): Read error!

Filename: libraries/Image_lib.php

Line Number: 1648

Backtrace:

File: /var/www/vhosts/faccmt.edu.br/httpdocs/application/helpers/funcoes_helper.php
Line: 284
Function: initialize

File: /var/www/vhosts/faccmt.edu.br/httpdocs/application/views/site/conteudo_post.php
Line: 26
Function: thumb

File: /var/www/vhosts/faccmt.edu.br/httpdocs/application/views/vsite.php
Line: 203
Function: view

File: /var/www/vhosts/faccmt.edu.br/httpdocs/application/controllers/Site.php
Line: 125
Function: view

File: /var/www/vhosts/faccmt.edu.br/httpdocs/index.php
Line: 315
Function: require_once

O arcebispo de Brasília (DF) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Sergio da Rocha, após a cerimônia do consistório, realizada em Roma, no último sábado, dia 19, concedeu entrevista à Rádio Vaticano sobre a inserção dele no colégio cardinalício da Igreja Católica. Para o novo purpurado, que manifestou gratidão pela confiança depositada em sua pessoa pelo papa Francisco, a atitude do pontífice em escolhê-lo é um gesto de “bondade, de confiança e de amor pela Igreja no Brasil”.

\r\n\r\n

“Uma alegria imensa poder receber essa graça, com o sentimento também de gratidão diante desse gesto tão bonito do papa Francisco, um gesto de bondade, confiança, mas também um gesto de amor pela Igreja no Brasil. Ao mesmo tempo, com a responsabilidade, porque o papa está confiando um serviço esperando certamente que eu, o episcopado brasileiro, a Igreja no Brasil ofereça a contribuição para a Igreja presente aqui em Roma e no mundo inteiro”, afirmou o cardeal Sergio da Rocha.

\r\n\r\n

O presidente da CNBB contou que o momento da celebração do Consistório é muito significativo, lembrando da proximidade com o Santo Padre, da comunhão e da oração. Dom Sergio também ressaltou a presença de vários brasileiros que participaram das celebrações do Consistório para a criação dos cardeais e da cerimônia de encerramento do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Mesmo sem a organização de uma caravana, estiveram no Vaticano alguns bispos auxiliares da Arquidiocese de Brasília (DF), padres e leigos. “Há muitos brasileiros, em Roma, na Europa que estiveram aqui e senti o Brasil muito perto da gente”, disse o novo cardeal.

\r\n\r\n

Oração – Dom Sergio ainda comentou sobre as intenções confiadas por todas as pessoas que acompanharam o consistório do Brasil. “Sei que no Brasil tem muita gente rezando pelos novos cardeais, e, por isso, que a gente tem alegria, gratidão e esperança de conseguir, pela graça de Deus e pelo apoio a oração de tanta gente, cumprir essa missão tão exigente”, sinalizou.

\r\n\r\n

Embaixador – Na tarde de sábado, o novo cardeal brasileiro e uma delegação com autoridades e religiosos do Brasil foram recebidos pelo embaixador brasileiro no Vaticano, Denis Fontes. “É um grande prazer como embaixador poder ter tantos brasileiros aqui em Roma para o Consistório. É um momento de prestigio e que dá novo vigor e animo para continuar e enfrentar os desafios de todo o dia”, relatou o diplomata. Para Denis, é sempre importante para o maior país católico do mundo um cardeal que dialoga com o papa.

\r\n\r\n

Com informações da Rádio Vaticano e foto da AFP

\r\n

Fan Page

Informativo

Social

  • © Copyright 2017 Faculdade Catolica de Mato Grosso - FACC - Todos os direitos reservados.