Facebook admite que coleta dados de quem está fora da rede


Autor: Álvaro Marinho
Data publicação: 12/04/2018

Mark Zuckerberg falou paa os deputados norte-americanos

Em audiência junto à Comissão de Energia e Comércio da Câmara de Representantes dos Estados Unidos (órgão similar à Câmara dos Deputados brasileira), o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, admitiu que a plataforma coleta dados de quem está fora dela.

Zuckerberg foi convocado pela Comissão para discutir a responsabilidade da companhia na garantia de privacidade na internet, após os dados de 70 milhões de cidadãos estadunidenses terem sidos vazados por um desenvolvedor de aplicativos da empresa britânica de marketing digital Cambridge Analytica.

Segundo um ex-funcionário, esta empresa teria usado essas informações para influenciar as eleições de 2016 a favor de presidente Donald Trump. O repasse foi revelado por jornais dos Estados Unidos e do Reino Unido em março.

O presidente do Facebook admitiu falhas com relação ao vazamento de informações e na interferência de contas russas também na eleição presidencial americana de 2016. Ele foi questionado por parlamentares sobre a coleta de registros de pessoas fora da plataforma, criando os chamados “perfis sombra”. “Você disse que todo mundo controla dados, mas você está coletando informações de pessoas que não estão nem cadastradas. O Facebook tem perfis de pessoas que nunca assinaram a plataforma?”, indagou o deputado Ben Luján. “Temos dados de pessoas não cadastradas por razão de segurança”, admitiu Zuckerberg.

A deputada Debbie Dengell citou como exemplo os botões de compartilhamento de textos pelo Facebook permitirem rastrear qualquer pessoa na internet. Ao perguntar quantos recursos semelhantes estão instalados em outras páginas fora do Facebook, Zuckerberg não soube responder.

O presidente da empresa foi questionado se o Facebook gravaria conversas pelos microfones dos celulares - prática negada por Zuckerberg.

Com Agência Brasil

Fan Page

Informativo

Social

© Copyright 2017 Faculdade Catolica de Mato Grosso - FACC - Todos os direitos reservados.