Sedac lamenta a morte do diácono Wilton Oliveira


Autor: Sedac
Data publicação: 02/11/2016

Sedac lamenta a morte do diácono Wilton Oliveira

O corpo do diácono Wilton Oliveira, de 31 anos, foi localizado na tarde de hoje, dois de novembro, depois de 45 horas do desaparecimento, no Rio das Mortes, em Novo São Joaquim (493 Km de Cuiabá). Ele estava com um grupo de amigos e se afogou na Cachoeira da Fumaça, na segunda-feira, 31 de outubro.

\r\n\r\n

De acordo com a Polícia Militar, em informações divulgadas no site G1/Mato Grosso, testemunhas relataram que Wilton ao tentar atravessar a nado de uma pedra a outra foi levado pela correnteza do rio.

\r\n\r\n

O diácono pertencia a Diocese de Primavera do Leste/Paranatinga e seria ordenado padre em 2017. Como seminarista, no período de formação e preparação para o sacerdócio, cursou Filosofia e Teologia na Faculdade Católica de Mato Grosso – Sedac.

\r\n\r\n

“Lamentamos profundamente a morte do Wilton. Uma fatalidade”, disse o diretor-geral da Faculdade Sedac, padre Edson Sestari, pedindo a Deus que conforte os corações dos familiares, amigos e paroquianos de Novo São Joaquim, onde o diácono estava realizando trabalho pastoral.

\r\n\r\n

Celebrações – O velório será iniciado em Novo São Joaquim, na Paróquia São Joaquim, com celebrações eucarísticas de corpo presente, às 22 horas. E na madrugada, de três de novembro, o corpo do diácono será trasladado para o município de Poxoréu (264 Km da Capital) onde haverá Santa Missa, na Paróquia São João Batista, prevista para o início da manhã, e, logo após, o sepultamento.

\r\n

Fan Page

Informativo

Social

  • © Copyright 2017 Faculdade Catolica de Mato Grosso - FACC - Todos os direitos reservados.